Saiba tudo sobre sessões de quimioterapia na terceira idade!

Sabemos como é difícil receber o diagnóstico de um câncer, ainda mais na terceira idade. Muitas dúvidas e incertezas surgem.

Neste artigo especial, abordaremos este tema e daremos detalhes de tudo o que acontece em uma sessão de quimioterapia.

Respire e fique tranquilo, pois essa fase vai passar.

Boa leitura!

Idoso e o câncer

Por que os idosos sofrem tanto com esta doença?

O câncer na terceira idade é muito comum, pois quando envelhecemos nossas células param de funcionar da maneira como deveriam e acabam se multiplicando excessivamente o que pode transformá-las em um câncer.

Além disso, a doença pode ser desencadeada por outros diversos fatores como:

  • Alimentação não saudável.
  • Sedentarismo.
  • Uso de drogas e bebidas alcoólicas.
  • Exposição ao sol (câncer de pele).

Por isso, é tão importante se prevenir, se você chegou na terceira idade e é grupo de risco ou até mesmo já tenha sido diagnosticado, tenha uma rotina saudável, pratique exercícios físicos e se alimente bem.

Idosos com câncer no Brasil e no mundo

O câncer é uma doença grave, e a taxa de mortalidade é alta. Por isso, esta deve ser tratada o mais rápido possível.

O Inca – Instituto Nacional do Câncer apontou que 7,6 milhões de pessoas no planeta morrem em decorrência da doença todos os anos. E segundo as últimas pesquisas levantadas pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), apontaram que 60% dos cânceres acometem pessoas com 60 anos ou mais, e 70% das mortes por câncer acontece com idosos.

Receio do tratamento e a falta de acesso à saúde de qualidade

Os dados acima poderiam ser reduzidos com o diagnóstico precoce enquanto adultos. Contudo, ainda existe muito receio por parte dos pacientes e familiares que desacreditam nos tratamentos, e uma grande parcela da população que não tem acesso à saúde de qualidade.

Outro estudo publicado na revista BMJ, apontou que um mês de atraso no tratamento do câncer pode aumentar o risco de mortalidade entre 6% e 13%. Portanto, não adie o tratamento por medo, ou por qualquer outro problema.

Se você tem acesso à saúde de qualidade, aproveite essa oportunidade e cuide de você!

Avaliação médica – Tratamento do câncer

Quando um paciente idoso é diagnosticado com câncer, normalmente o médico avaliará se este está em condições de passar pelos tratamentos. Alguns pontos são analisados:

  • Capacidade física e motora: é observado se o idoso possui independência e capacidade física suficiente para passar pelas sessões do tratamento.
  • Psicológico: o idoso deve estar com o psicológico fortalecido e ter o apoio dos seus amigos e familiares para passar por essa fase com menos sofrimento.
  • Doenças múltiplas: se o idoso possui muitas doenças o tratamento normalmente não é recomendado, já que a imunidade durante o período de tratamento pode cair significativamente.

Avaliado estes pontos o médico indicará o tratamento, contudo a palavra final é sempre do paciente: ele que decide se dará início ao tratamento.

Logo, nos casos em que o idoso se apresenta apto para um tratamento mais agressivo, normalmente, é indicado sessões de quimioterapia.

Mas afinal, o que é e como funciona as sessões de quimioterapia? Saiba mais abaixo:

Sessões de quimioterapia na terceira idade – O que é e como funciona?

A quimioterapia é um tratamento muito eficaz contra as células cancerígenas. Os medicamentos utilizados destroem as células doentes que se multiplicam indevidamente, evitando que estas se espalhem e se alastrem em outros órgãos.

Assim, estes medicamentos podem ser ministrados em diferentes partes do corpo nas sessões de quimioterapia:

  • Via oral: pela boca.
  • Intramuscular: injeção entre o músculo.
  • Intravenosa: pela veia.
  • Tópico: sobre a pele.
  • Intracraneal: pela espinha dorsal.

A quantidade e duração das sessões de quimioterapia irá depender muito do tipo de câncer que o idoso possui, e se este não apresentar sintomas que podem prejudicar e estender ainda mais a duração do tratamento.

Assista o vídeo abaixo do canal Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente e saiba mais sobre o tema:

Efeitos colaterais das sessões de quimioterapia

Infelizmente, a ciência ainda não descobriu um tratamento contra o câncer que não desencadeasse tantos efeitos colaterais. Independente da idade, todos acabam sofrendo com algum tipo de efeito colateral. E nos idosos estes sintomas podem ser sentidos com mais intensidade.

Abaixo citamos alguns dos principais sintomas:

  • Queda de cabelos e pelos no corpo.
  • Vômitos
  • Perda de peso
  • Diarreia
  • Fraqueza
  • Rachaduras na boca

Com estes sintomas é muito importante que o idoso seja acompanhado no seu dia a dia por um familiar, ou amigo próximo para evitar acidentes, como desmaios e tombos.

Não se isole durante o tratamento!

Durante as sessões de quimioterapia contra o câncer é muito comum que muitos idosos acabem ficando deprimidos, devido aos efeitos colaterais decorrentes do tratamento, e pela falta de perspectiva de vida.

Por isso, é muito importante que estes sejam acompanhados, se possível, por psicólogos e recebam apoio dos seus familiares para que o idoso não se sinta sozinho.

Agora que você tirou todas às suas dúvidas sobre Sessões de quimioterapia na terceira idade, esperamos que você fique mais tranquilo e realize o tratamento com segurança.

A Filio oferece o serviço de acompanhamento para idosos e adultos em sessões de quimioterapia e radioterapia. Você não precisa se sentir sozinho, estaremos do seu lado para enfrentar a doença! Saiba mais sobre os nossos serviços, aqui em nossa página de serviços.

Quer saber mais sobre o mundo da terceira idade? Então continue acompanhando o blog!

Por fim, indicamos outras matérias que podem te interessar:

Companhia para quem já chegou na Melhor Idade
Telefone/WhatsApp: (11) 99517-0476
E-mail: contato@filio.com.br
Facebook: Filio
Instagram: @filioacompanhantesdeidosos

Open chat